Como o ClubHouse pode ajudar os negócios B2B?

Conhecida como “a rede social de áudios”, o ClubHouse pode se estabelecer como um importante canal para as estratégias B2B. Um dos motivos para isso, é que as salas virtuais são preenchidas por debates que valorizam a construção de relacionamentos – algo indispensável para os negócios B2B. 

Hoje, as redes sociais são importantes canais de contato com os potenciais clientes. Entretanto, é preciso compreender alguns fenômenos para decidir as melhores maneiras de se conectar a essas pessoas. Pensando nisso, a jornalista Ashley Carman quis se aprofundar no seguinte questionamento: como o aplicativo consegue envolver milhões de pessoas para passar o tempo falando com estranhos?  

Segundo ela, “a maioria das pessoas faria qualquer coisa para não olhar para uma tela mais do que já fazem”.  

Nas estratégias B2B, é preciso abrir espaço para o diálogo. Ou seja, é preciso se conectar com os potenciais clientes de maneira fluida, agregando valor à conversa. Se as pessoas estão buscando conexões mais verdadeiras através da voz, é preciso estar nesse meio. 

E ainda que hoje o ClubHouse esteja disponível apenas para o sistema iOS, segundo o CEO Paul Davison, dentro dos próximos meses a rede social já estará disponível para os dispositivos Android. 

Como utilizar o ClubHouse na estratégia da sua empresa? 

ClubHouse atualmente funciona apenas por indicações. Ou seja, apenas participantes cadastrados na plataforma podem enviar convites para outras pessoas se cadastrarem.  

As salas de bate-papo funcionam com temas específicos de discussão, que são sugeridos ao usuário no momento do cadastro. Ao entrar na rede, é preciso escolher um chat, do qual você fará parte como ouvinte. Caso queira falar, basta pedir a palavra através de um botão no app. Se o moderador permitir, você poderá participar da conversa. 

Além disso, é possível criar um evento pela plataforma, com data e hora marcada. Nesse ponto, as empresas B2B podem ganhar espaço, organizando eventos com conteúdo relevante. Afinal, através desses eventos, é possível criar uma audiência fiel, que consuma os conteúdos disponibilizados pela sua empresa. 

O fenômeno da conexão por voz 

Não é tão recente esse tipo de conexão digital via voz. O próprio Whatsapp, quando liberou o recurso, ganhou grande adeptos. Entretanto, o ClubHouse foi o responsável por fazer essa conexão por voz ganhar espaço e tomar o gosto das pessoas e das empresas. 

No mundo B2B, apesar de se tratar de relacionamentos empresa-empresa, estamos falando com pessoas. Elas precisam conquistar influência e confiança sobre os temas abordados e que de certa forma refletem os serviços e produtos que suas empresas oferecem e, para isso, é preciso acertar no tom e relevância do conteúdo. 

Durante a pandemia, a interação humana está sendo cada vez mais digitalizada, e os eventos presenciais, por exemplo, perderam força. Entretanto, essa conexão digital por voz pode abrir espaço para que grandes palcos de conferências sejam abertos e uma nova forma de interação, mais humanizada ainda que por meio de um canal digital, seja estabelecida. 

Ao participar dessas conversas, a marca da sua empresa ganha reputação e se aproxima de potenciais clientes. Além disso, ela pode se posicionar como referência em determinado assunto, facilitando a lembrança de marca. 

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *