Pensamento crítico: o caminho para o futuro dos negócios

O pensamento crítico pode ser desenvolvido para diversas áreas da existência humana, mas na área dos novos negócios ele se destaca. Um dos grandes motivos para isso, é a digitalização do mundo, que já acontece há algumas décadas, e está cada vez mais acelerada. 

O mundo digital, diferentemente do que muitos pensam, não é apenas sobre transformar o papel em bits. Mas em revolucionar a maneira como as pessoas se relacionam entre si e com o meio à sua volta. Ou seja, a digitalização é transformadora, e muda as estruturas já conhecidas da sociedade. 

Nesse contexto, por que o pensamento crítico se destaca?  

Para Martha Gabriel, uma das principais pensadoras digitais do Brasil, o mundo digital trouxe grandes questionamentos sobre as habilidades do futuro.

Nessa discussão, são levantadas diversas skills, tais como: 

  • A criatividade que, na teoria, seria o que diferenciaria os seres humanos dos robôs; 
  • Os 3E’s, que são: emoção, empatia e ética, afinal, isso seria a base da nossa existência humana e a justificativa de sermos seres sociais; 
  • A própria capacidade dos seres humanos se digitalizarem, pois em um ambiente cada vez mais digital, quem conseguisse se inserir nesse meio mais rapidamente, estaria mais apto para sobreviver nele. 

Entretanto, Martha também comenta que nada disso seria útil se não existisse o pensamento crítico como fundamento básico. Em outras palavras, não existe a criatividade em ação se não houver pensamento crítico.

A emoção, empatia e ética são apenas sentimentos se não forem refletidos em ações práticas para mudar a realidade. E até mesmo a capacidade dos seres humanos se digitalizarem não teria sentido, pois não seria feita com alguma finalidade específica. 

Tudo isso só ganha sentido quando o pensamento crítico está presente. Ou seja, quando se consegue enxergar o objetivo concreto para o qual essas ações estão sendo realizadas.  

Nos negócios da era digital, o que se apresenta, na maioria das vezes, são fórmulas já pré-estabelecidas, feitas para darem certo em qualquer cenário. Mas a realidade é que, mesmo que o mundo esteja mais digital, isso não significa que ele está menos complexo. Portanto, mais do que nunca, é preciso pensar de maneira crítica, questionar e ressignificar pensamentos e ações para que os objetivos certos sejam alcançados. 

Se desejamos um futuro cada vez mais humano, é necessário agir com inteligência, foco e criticidade, para que as soluções sejam menos homogêneas e que possam resolver, de maneira prática, os problemas que aparecem todos os dias. 

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *