Planejamento de marketing B2B: quais os principais erros?

Muitos gestores não acreditam que o planejamento de marketing é uma parte importante do processo de crescimento do negócio e pulam essa etapa, ou comentem erros graves no seu desenvolvimento. Entretanto, ao fazer isso, se deparam com desafios muito maiores que o esperado.  

Separamos aqui alguns dos principais erros de quem está começando a desenvolver planos de marketing B2B. São eles: 

  • Escolher o improviso em detrimento do planejamento 

Muitos gestores acreditam que o marketing é muito volátil e, por isso, não precisa ser planejado. Mas esse conceito não é verdadeiro. É preciso reservar um tempo para compreender e analisar o mercado onde se está inserido, mergulhar na cultura das empresas compradoras e avaliar os concorrentes. Tudo isso faz parte da etapa de planejamento. 

Eventos imprevisíveis podem e vão acontecer, mas a etapa de planejamento de marketing serve para munir a equipe das informações-base que farão a diferença em momentos de crise. As informações adquiridas durante o planejamento servirão para ajudar no desenvolvimento de uma comunicação ágil para o mercado, independentemente do cenário.  

Sempre será preciso revisitar o que foi planejado – mas isso não significa que o planejamento não serviu. Pelo contrário, ele será um indicador para as próximas ações. 

  • Pensar de forma operacional 

Outro grande erro dos gestores  é definir a solução antes mesmo de se debruçarem sobre o problema. Às vezes, é muito mais fácil pensar operacionalmente, em quais informações precisam ser divulgadas em um post no Linkedin, por exemplo. Mas será que o post no Linkedin é a melhor maneira de divulgação? Será que a estratégia mais viável, e com maior potencial de atingir o público-alvo não seria um vídeo? Para quem a mensagem realmente precisa ser entregue? 

Para garantir um planode marketing estratégico, que entregue resultados valiosos, é preciso primeiro entender as principais dores dos seus clientes – e não as possíveis soluções.  

A primeira seção do seu plano de marketing requer a coleta de informações para construir uma análise situacional detalhada. Este é o momento de revisitar as ferramentas tradicionais de planejamento de marketing que ainda são relevantes na era digital. A análise SWOT, por exemplo, pode ajudar bastante neste momento. Lembre-se: primeiro a estratégia, seguida da tática e só depois o operacional. 

  • Não agir de maneira SMART 

Os objetivos SMART precisam fazer parte do planejamento de marketing B2B. São eles que vão proporcionar resultados mensuráveis para suas ações e campanhas: 

S – (Specific): Específico – diga o que você fará, usando palavras de ação. 

M – (Measurable): Mensurável – forneça uma maneira de avaliar, usando métricas. 

A – (Achievable): Atingível – certifique-se de que seu plano está dentro do seu orçamento e que é possível de ser realizado. 

R – (Relevant): Relevante – pergunte-se: o seu plano faz sentido dentro da sua empresa e a melhora de alguma forma? 

T – (Time-bound): Tempo – indique quando você começará a executar e seja específico em datas ou períodos. 

A partir do entendimento desses 3 principais erros durante um planejamento de marketing B2B, fica mais fácil entender o que é preciso melhorar para evitar transtornos. Quer saber mais sobre planejamento de marketing B2B, e como ele pode ajudar o seu negócio a ser mais estratégico? Entre em contato. 

Compartilhe este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *